December 23, 2019 / 3:19 PM / 5 months ago

Canguru em fuga de incêndios florestais da Austrália se refresca em piscina

MELBOURNE/SYDNEY (Reuters) - Um canguru foi visto se refrescando na piscina de um quintal de uma região da Austrália assolada por incêndios florestais, enquanto em outras partes bombeiros têm resgatado coalas de árvores ameaçadas pelas chamas.

Cangurus em jardim de casa em Berrara Beach, Austrália 21/12/2019 Linda Robinson/via REUTERS

A fauna do país vem sendo duramente afetada pelos fogos, que já destruíram mais de 3,7 milhões de hectares de áreas selvagens e mataram seis pessoas.

Como o calor abrasador e as condições favoráveis aos incêndios devem se agravar, santuários de animais e organizações de resgate têm que decidir se tentam esvaziar áreas em perigo ou se arriscam a permanecer na esperança de proteger os animais.

Algumas populações de coalas e de raposas-voadoras foram destruídas, e cangurus, coalas e equidnas foram vistos procurando abrigo em áreas urbanas.

Embora não sejam conhecidos por suas habilidades aquáticas, os cangurus de fato procuram concentrações de água no calor intenso, mas normalmente em ambientes selvagens.

Uma família do norte da região de Hunter, em Nova Gales do Sul, filmou um canguru de 70 quilos dando um mergulho em sua piscina no final de semana, quando as temperaturas chegaram a 42 Celsius.

O canguru, flagrado com água na altura do peito, sacudia as orelhas e parecia intacto.

Já no Estado de Vitória, o usuário de Twitter Bill Wallace publicou fotos de cacatuas que aparentemente morreram devido ao estresse do calor.

“O termômetro na varanda dos fundos chegou a 48,9º C hoje, obviamente não é uma leitura oficial, mas bastou para matar essas cacatuas”, escreveu.

Uma equipe de bombeiros resgatou coalas de árvores gomíferas na rota do fogo enquanto protegia casas no sul da Austrália.

Ainda em Nova Gales do Sul, um grupo ambientalista estimou que mais de 2 mil coalas foram mortos, já que um terço de seu habitat pegou fogo.

Um santuário da vida selvagem do norte de Sydney retirou seus 300 animais devido à aproximação das chamas.

“Decidimos esvaziar a área, e tivemos sorte de escapar dos incêndios”, disse Tassin Barnard, gerente de operação do Parque Selvagem Walkabout.

Embora não existem estatísticas oficiais, Barnard disse que provavelmente milhões de animais morreram.

“Outros santuários decidiram não retirar seus animais e só fazer o melhor para defendê-los, e entendo isso também porque é extremamente difícil fazê-lo.”

    (Por Melanie Burton em Melbourne e Paulina Duran em Sydney)

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below