December 26, 2019 / 11:24 PM / 5 months ago

Netanyahu deve continuar no comando do Likud, que vota liderança antes de eleições em março

Primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu. 22/12/2019. Sebastian Scheiner/Pool via REUTERS

JERUSALÉM (Reuters) - O primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu parece ter vencido mais um desafio ao seu comando nesta quinta-feira, após seu partido, o Likud, promover uma votação interna antes das eleições nacionais marcadas para março, o terceiro pleito do país em menos de um ano. 

Uma pesquisa de boca de urna citada por um correspondente político do canal israelense 12 de notícias previu que Netanyahu, chefe do Likud pelos últimos 14 anos, manteria a liderança do partido de direita com 71,52% dos votos. 

O adversário Gideon Saar, que segundo a pesquisa tinha 28,48% dos votos, foi um dos muitos desafios enfrentados neste ano pelo premiê há quatro mandatos, que foi indiciado e luta por sua sobrevivência política. 

Uma apuração oficial dos votos é esperada para a manhã de sexta-feira. 

Em novembro, Netanyahu foi acusado formalmente de corrupção em três processos criminais. Ele também fracassou na tentativa de formar um governo após duas votações nacionais inconclusivas, realizadas em abril e em setembro.

Reportagem de Rami Ayyub 

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below