January 11, 2020 / 5:46 PM / 6 months ago

Morre sultão de Omã, Qaboos bin Said; sucessor promete busca pela paz

DUBAI (Reuters) - O sultão de Omã, Qaboos bin Said, um dos governantes mais antigos do Oriente Médio e que manteve a neutralidade do país nas lutas regionais, morreu na sexta-feira, e seu primo Haitham bin Tariq al-Said foi nomeado o sucessor em um transição suave.

Com a morte do sultão, a região perde um líder experiente e de confiança, visto como o pai do moderno Omã, que equilibrou os laços entre dois vizinhos travados em uma luta regional, a Arábia Saudita, a oeste, e o Irã, ao norte, além dos Estados Unidos.

Em um discurso televisionado, Haitham prometeu apoiar a política de coexistência pacífica e relações amistosas com todas as nações no desenvolvimento de Omã. “Continuaremos a ajudar na resolução de disputas pacificamente”, afirmou.

Omã e outros países do Golfo declararam três dias de luto oficial com bandeiras a meio mastro para Qaboos, de 79 anos, apoiado pelo Ocidente e que governava desde que assumiu o cargo em um golpe sem sangue em 1970, com a ajuda do antigo poder colonial britânico.

A procissão fúnebre passou pela via principal de Mascate em meio a um esquema rigoroso de segurança, com alguns estendendo as mãos e outros tirando fotos.

O caixão, envolto na bandeira de Omã, foi transportado para a Grande Mesquita do Sultão Qaboos, onde centenas se uniram às orações. Haitham estava de frente para o caixão, com a adaga curva tradicional, ou khanjar, presa à cintura. Qaboos foi enterrado em um cemitério da família.

Os cidadãos de Omã foram às redes sociais para lamentar a morte de um governante que fazia turnês regulares pelo país para falar com as pessoas, muitas vezes dirigindo seu próprio veículo nos comboios.

“As primeiras palavras que ouvi da minha mãe em lágrimas após a notícia da morte do grande sultão Qaboos foram: o pai dos órfãos, dos pobres, dos oprimidos, de todos nós, morreu”, escreveu o usuário do Twitter Abdullah bin Hamad al-Harthi.

A mídia estatal não divulgou a causa de morte. Qaboos estava doente há anos e passou por tratamento na Bélgica no mês passado.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below