February 3, 2020 / 6:38 PM / 4 months ago

Chinesa é detida por ocultar histórico de contato com vírus

Avenidas vazias em Wuhan 03/02/2020 VLADIMIR MARKOV/via REUTERS

PEQUIM (Reuters) - Uma chinesa de 36 anos da municipalidade de Tianjin, no norte do país, foi detida pela polícia nesta segunda-feira por ter “ocultado deliberadamente” seu contato com uma pessoa de uma área vitimada pelo coronavírus, de acordo com a agência de notícias Xinhua.

Segundo a reportagem, a mulher de sobrenome Liu prejudicou as atividades de prevenção e controle de vírus devido às suas ações, e autoridades locais de segurança públicas a sujeitaram a uma “detenção administrativa”. Não ficou claro se ela já foi libertada.

O número de mortes do vírus recém-identificado na China, que emergiu na cidade de Wuhan, capital da província central de Hubei, chegou a 361 no domingo, e há mais de 17 mil pessoas infectadas.

A China adotou restrições de transporte severas nas áreas mais afetadas pelo vírus e pediu a todos que visitaram Hubei, onde ocorreu a maioria das mortes, a se isolarem durante 14 dias.

Por Gabriel Crossley

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below