February 4, 2020 / 3:48 PM / 4 months ago

OMS prepara recomendações para retomada de voos à China

GENEBRA (Reuters) - A Organização Mundial da Saúde (OMS) realiza uma teleconferência nesta semana com representantes do

Sylvie Briand, da OMS, fala durante coletiva em Genebra 4/2/2020 REUTERS/Denis Balibouse

setor de viagens e turismo com objetivo de elaborar

recomendações sobre a proteção de suas tripulações, para que

possam retomar os vôos à China, disse nesta terça-feira uma

importante autoridade da OMS.

Sylvie Briand, diretora da área de preparação mundial para riscos da OMS, também disse que as pessoas infectadas com o coronavírus devem usar máscaras, mas para outras pessoas sem sinais da doença, “as máscaras não necessariamente protegem 100%”. Lavar as mãos com frequência e outras medidas de higiene são necessárias, segundo a diretora.

O surto, iniciado na cidade chinesa de Wuhan, que se

espalhou pelo país e exterior, não constitui uma pandemia, mas

uma epidemia com “múltiplos focos”, disse.

Até agora, 19 países notificaram formalmente a agência da

ONU sobre medidas ou restrições tomadas em relação ao surto, e a

OMS busca esclarecimentos sobre suas justificativas, disse

Briand, sem dar mais detalhes.

“As tripulações estão realmente com medo de serem

infectadas. Durante o voo, têm um contato muito próximo com os

passageiros, se sentem em risco”, disse Briand em entrevista

coletiva em Genebra.

“É por isso que precisamos definir recomendações específicas

para essas empresas para que seus funcionários se sintam seguros

e protegidos e possam voltar a voar para a China”, disse.

Briand acrescentou: “Não posso garantir que eles retomarão

os vôos.”

A OMS está trabalhando com países e também espera um

“realinhamento” entre as políticas em relação à retirada de seus

cidadãos da China, disse. O vírus permaneceu “um vírus bastante

estável”, acrescentou.

Autoridades chinesas informaram um salto diário recorde nas

mortes de 64, totalizando 425 vítimas fatais.

Os casos de infecções graves ou mortes são

principalmente em pessoas com outras doenças, como câncer, diabete ou sistemas imunológicos debilitados, ou idosos, disse Briand.

Questionada por que apenas uma morte foi registrada no

exterior até agora, nas Filipinas, ela disse que

as pessoas que viajam provavelmente não têm idade avançada e

doenças crônicas, mas são mais jovens e com boa saúde.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below