February 5, 2020 / 12:51 PM / 5 months ago

Dois cruzeiros são postos em quarentena após mortes do coronavírus se aproximarem de 500

PEQUIM/XANGAI (Reuters) - Milhares de passageiros e tripulantes de dois navios de cruzeiro em águas asiáticas foram postos em quarentena nesta quarta-feira, e o saldo de mortes de um surto de coronavírus de rápida proliferação se aproximou de 500.

Cruzeiro World Dream, impedido de entrar em Taiwan sob suspeita de coronavírus, atraca em Hong Kong 05/02/2020 REUTERS/Tyrone Siu

A Comissão Nacional de Saúde da China anunciou 65 novas mortes na terça-feira, um novo recorde diário que elevou o saldo no território continental a 490, a maioria dentro e nos arredores da cidade central já interditada de Wuhan, onde o vírus emergiu no final do ano passado.

Houve duas mortes fora da China continental, ambas após visitas a Wuhan. Um homem morreu nas Filipinas na semana passada, e outro homem de 39 em Hong Kong.

Em uma coletiva de imprensa em Bangcoc, um taxista tailandês que se recuperou da infecção falou de seu choque ao saber que havia sido contaminado.

“Chorei, porque tenho que cuidar de minha família”, disse ele, que usava uma máscara para ocultar a identidade.

“Mas não tenho ressentimento dos turistas ou dos chineses”, afirmou, expressando apoio a Wuhan.

“Até eu consigo superar isso, então vocês também”.

Em toda a China continental, há 3.887 novas infecções confirmadas, o que aponta um total de 24.324.

O vírus vem prejudicando as viagens aéreas. Mais de duas dezenas de empresas suspenderam ou restringiram voos para a China e vários países, incluindo os Estados Unidos, proibindo a entrada de qualquer um que tenha estado na China nas últimas duas semanas.

Taiwan proibiu o ingresso de pessoas que vivem na China continental a partir de quinta-feira.

O transtorno chegou aos navios de cruzeiro nesta semana, quando cerca de 3.700 pessoas foram forçadas a ficar ao menos duas semanas retidas em uma embarcação ancorada no litoral do Japão depois que autoridades de saúde confirmaram que 10 pessoas a bordo foram diagnosticadas com o vírus.

Em Hong Kong, mais de 1.800 passageiros e tripulantes foram confinados em um navio de cruzeiro atracado na cidade durante exames de detecção do vírus, já que os exames de três pessoas a bordo deram resultado positivo.

Os passageiros do navio no litoral do Japão, o Diamond Princess, descreveram sua situação nas redes sociais, publicando fotos de autoridades usando máscaras e uniformes enquanto realizavam exames de saúde. Também disseram que estavam recebendo comida para fazerem as refeições nas cabines, ao passo que os corredores estavam vazios e o convés abandonado.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below