for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Avião se parte após pouso em Istambul, mata 1 e fere 157

Bombeiros e membros da equipe de resgate perto de destroços de avião que caiu na Turquia 05/02/2020 REUTERS/Stringer

ISTAMBUL (Reuters) - Um avião da Pegasus Airlines que voava para o aeroporto Sabiha Gokcen de Istambul derrapou na pista molhada e se partiu em três pedaços após o pouso nesta quarta-feira, matando uma pessoa e ferindo 157 outras, disse o ministro da Saúde Fahrettin Koca.

Ali Yerlikaya disse que o avião transportava 177 passageiros e seis tripulantes vindo da província de Izmir, no oeste. Equipes de resgate levaram os feridos a 18 hospitais da região. A emissora de TV NTV informou que os dois pilotos ficaram gravemente feridos.

“O avião não conseguiu se manter na pista devido às más condições climáticas e derrapou por cerca de 50 a 60 metros”, disse Yerlikaya a repórteres no aeroporto, acrescentando que equipes de emergência estavam tentando resgatar o último passageiro ferido.

O avião, um Boeing 737-86J, se partiu em três pedaços depois do que Yerlikaya disse ser uma queda de cerca de 30 a 40 metros no final da pista molhada. As imagens mostravam o avião pousando e continuando em alta velocidade na pista.

Uma porta-voz da Pegasus disse que o avião havia saído da pista e que os passageiros estavam sendo retirados, mas não divulgou mais detalhes.

A NTV informou que o avião tentou aterrissar com fortes ventos de cauda.

Imagens da TV turca mostraram que a fuselagem do avião, bem como uma área perto da cauda, haviam se partido. Os passageiros estavam sendo retirados do avião, que estava ao lado da pista.

Imagens anteriores mostraram que parte do exterior do avião pegou fogo.

Por Ali Kucukgocmen e Ezgi Erkoyun em Istambul, Tuvan Gumrukcu em Ancara

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up