for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

China pode adiar encontro anual do Parlamento por surto de coronavírus, dizem fontes

Bandeira da China na Praça da Paz Celestial em Pequim 25/10/2019 REUTERS/Florence Lo

PEQUIM (Reuters) - A China está considerando adiar o encontro anual do Parlamento do país, disseram cinco pessoas familiarizadas com a situação, em meio ao surto do coronavírus que provocou restrições a viagens e a outras atividades para conter a disseminação da doença.

O Congresso Nacional do Povo, formado por cerca de 3 mil delegados, se reúne tipicamente para uma sessão que dura 10 dias em Pequim, começando no dia 5 de março, para aprovar leis e anunciar metas econômicas para o ano.

“O foco segue em tomar medidas na direção de cumprir o cronograma, mas estamos discutindo uma série de opções, pois a situação (do vírus) provavelmente não estará contida até março”, disse à Reuters uma alta autoridade governamental, que recusou ser identificada devido à sensibilidade da questão.

“Um adiamento é uma dessas opções”, acrescentou a fonte.

O Gabinete de Informação do Conselho de Estado da China e o Congresso Nacional do Povo não responderam de imediatos a pedidos de comentários.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up