for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Merkel lamenta decisão de protegida de não concorrer a chanceler da Alemanha

Chanceler alemã, Angela Merkel, em Berlim 10/02/2020 REUTERS/Hannibal Hanschke

BERLIM (Reuters) - A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, disse nesta segunda-feira que lamentou a decisão de sua protegida Annegret Kramp-Karrenbauer de não ser candidatada a chanceler pelo seu partido nas próximas eleições federais do país.

O anúncio de Kramp-Karrenbauer no início da segunda-feira foi consequência do fracasso de Merkel em impor continuidade ao ramo de seu partido no Estado da Turíngia, que ajudou um líder local apoiado pelo partido de extrema-direita Alternativa para a Alemanha (AfD).

“Considero essa decisão com grande respeito, embora eu lamente muito”, afirmou Merkel em uma entrevista coletiva. “Posso imaginar que essa decisão não foi fácil para ela e eu a agradeço por estar preparada para continuar a dirigir o processo de escolha de um sucessor.”

Reportagem de Thomas Escritt

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up