for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Premiê de Israel anuncia planos de construir 3 mil casas perto de Jerusalém Oriental

Netanyahu faz declaração olhando para assentamento israelense de Har Homa, localizado em área da Cisjordânia ocupada 20/02/2020 Debbie Hill/Pool via REUTERS

JERUSALÉM (Reuters) - O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, disse nesta quinta-feira que estava reativando um plano para a construção de cerca de 3 mil novas casas em assentamentos próximos a Jerusalém Oriental, um projeto efetivamente congelado após oposição internacional.

Netanyahu prometeu anexar assentamentos judeus na Cisjordânia ocupada e no vale do Jordão como parte de um plano de paz entre israelenses e palestinos apresentado pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, no mês passado. Os palestinos rejeitaram o plano de Trump.

Os opositores do projeto, na área de Givat Hamatos, adjacente à área palestina de Beit Safafa, disseram que isso separaria partes de Jerusalém Oriental da cidade palestina vizinha de Belém, na Cisjordânia ocupada.

A construção de 2.610 unidades habitacionais para judeus em Givat Hamatos foi aprovada por um comitê de planejamento de Jerusalém em 2014. O governo israelense suspendeu o projeto efetivamente depois que os EUA e a União Européia criticaram o plano.

Por Jeffrey Heller em Jerusalém e Ali Sawafta em Ramallah

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up