February 21, 2020 / 10:45 PM / 6 months ago

ONU diz temer “banho de sangue” no noroeste da Síria

Crianças observam de dentro de uma barraca em campo de deslocados em Azaz, na Síria 21/02/2020 REUTERS/Khalil Ashawi

GENEBRA/MOSCOU (Reuters) - A Organização das Nações Unidas alertou nesta sexta-feira que os combates no noroeste da Síria podem “acabar em um banho de sangue” e pediu novamente um cessar-fogo, enquanto Moscou negou relatos de uma fuga em massa de civis de uma ofensiva do governo sírio liderada pela Rússia.

Tropas sírias apoiadas pelo poder aéreo russo têm lutado desde dezembro para eliminar os últimos enclaves rebeldes da região em uma guerra que matou cerca de 400.000 sírios, deslocou milhões e deixou grande parte do país em ruínas.

A ofensiva mais recente nas regiões de Aleppo e Idlib desalojou quase um milhão de pessoas —a maioria mulheres e crianças— que fugiram dos confrontos para procurar um refúgio mais ao norte, perto da fronteira com a Turquia.

A agência humanitária da ONU Ocha disse que 60% das 900.000 pessoas alocadas em um espaço cada vez menor depois de fugir são crianças.

“Pedimos um cessar-fogo imediato para evitar mais sofrimento e o que tememos pode acabar em um banho de sangue”, disse o porta-voz da Ocha, Jens Laerke, em entrevista coletiva em Genebra.

“As linhas de frente e a violência implacável continuam se aproximando dessas áreas cheias de pessoas deslocadas, com bombardeios afetando cada vez mais as áreas de deslocamento e suas vizinhanças.”

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below