for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Irã tem dez novos casos de coronavírus, com dois mortos

DUBAI (Reuters) - As autoridades no Irã anunciaram, neste sábado, que detectaram pelo menos 10 novos casos de coronavírus e mais duas mortes, aprofundando a inquietação do público em relação à maneira como o país está lidando com a disseminação da doença.

Os últimos casos levaram o número total no Irã para 29, e as mortes a seis.

A notícia dos últimos casos e mortes vieram por meio do porta-voz do Ministério da Saúde, Kianush Jahanpur, e pelo governador da província de Markazi, na região central do Irã, citado pela emissora de televisão estatal.

O Ministério da Saúde, mais cedo neste sábado, citou um total de 28 casos e cinco mortes, e o governador anunciou posteriormente uma morte na província de Markazi.

A maioria dos casos, incluindo oito das novas infecções, foram em Qom, uma cidade sagrada muçulmana xiita a 120 km ao sul da capital Teerã.

Escolas, universidades e seminários em Qom serão fechados no domingo e na segunda-feira em uma tentativa de evitar a disseminação do vírus, anunciou o quartel-general de administração de crise da província de Qom, neste sábado, segundo a agência de notícias oficial IRNA.

Oficiais de Saúde pediram, nesta quinta-feira, a suspensão de reuniões religiosas em Qom.

Os casos no Irã afetaram os vizinhos regionais.

Os Emirados Árabes Unidos anunciaram dois novos casos de coronavírus neste sábado, um turista iraniano e sua esposa, afirmou a agência de notícias estatal WAM, levando o número total de casos do coronavírus no país para 13.

O Líbano confirmou seu primeiro caso de coronavírus na sexta-feira, uma mulher de 45 anos voltando de Qom.

O Irã suspendeu peregrinações religiosas para o Iraque, um oficial que supervisiona viagens de peregrinações afirmou no sábado, segundo a agência de notícias Fars.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up