March 9, 2020 / 3:26 PM / in 4 months

Biden e Sanders cortejam Michigan antes de votação democrata de terça-feira

DETROIT (Reuters) - O pré-candidato presidencial democrata Joe Biden concentrará seus esforços de campanha desta segunda-feira no Michigan, o maior prêmio dos seis Estados norte-americanos que realizam disputas nesta semana e onde uma vitória pode lhe conceder uma vantagem insuperável.

Os pré-candidatos presidenciais democratas senador Bernie Sanders e ex-vice-presidente Joe Biden se cumprimentam após debate na Carolina do Sul 25/02/2020 REUTERS/Jonathan Ernst

Já um triunfo de Bernie Sanders em Michigan, que oferece 125 dos 1.991 delegados necessários para garantir a indicação do partido, é essencial para o senador do Vermont recuperar ímpeto na tentativa de ser o desafiante do presidente republicano Donald Trump na eleição geral de novembro.

Sanders passou o final de semana atraindo milhares aos seus eventos no Estado, e deve voltar.

Biden ganhou novo reforço na manhã desta segunda-feira quando Cory Booker, que desistiu da corrida democrata em janeiro, anunciou seu apoio ao ex-vice-presidente.

Em um tuíte publicado logo cedo, Booker escreveu que Biden “restaurará a honra do Salão Oval”.

“A resposta ao ódio e à divisão é reacender nosso espírito de propósito comum”, disse ele. “@JoeBiden não somente vencerá –ele nos mostrará que existe mais nos unindo do que nos dividindo”.

O apoio de Booker, anunciado um dia depois de a senadora e ex-presidenciável Kamala Harris ter feito o mesmo, significa que Biden recebeu o endosso de dois dos pré-candidatos presidenciais negros mais destacados.

Um dos momentos mais comentados da campanha de Harris foi seu ataque virulento a Biden durante um debate presidencial em junho –-ela classificou seus comentários sobre trabalhar com senadores segregacionistas de ofensivos e questionou a suposta oposição do rival aos ônibus escolares anti-segregação nos anos 1970.

Mas a maioria dos eleitores negros está apoiando Biden e lhe rendeu grandes vitórias na primária presidencial da Carolina do Sul em 29 de fevereiro e na Super Terça da semana passada. Eles serão cruciais no Michigan, onde compõem quase 14% da população e até 80% de algumas áreas de Detroit.

Um êxito ali daria a Biden uma dianteira muito confortável no momento em que as disputas estaduais rumam para um território amistoso para o ex-número dois de Barack Obama.

Tal vitória ainda lhe daria o direito de se gabar pelo resto da temporada de primárias democratas de que é páreo para Trump, que fez o Estado dar as costas a Hillary Clinton e escolher um republicano em 2016 por uma margem de votos pequena.

Na manhã desta segunda-feira, Sanders faria um comício em St. Louis, no Missouri, que juntamente com Michigan, Mississippi, o Estado de Washington, Idaho e Dakota do Norte realiza uma votação na terça-feira.

Por Michael Martina; reportagem adicional de Joseph Ax

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below