March 10, 2020 / 11:31 PM / in 4 months

Biden de olho em vitória em Michigan para frustrar Sanders na disputa pela Casa Branca

DETROIT (Reuters) - Joe Biden fez uma proposta de última hora a trabalhadores do Michigan nesta terça-feira, com esperanças de que isso o ajude a conseguir uma vitória crítica nas primárias presidenciais do Partido Democrata no Estado, enquanto seu rival Bernie Sanders busca ressuscitar sua campanha na corrida pela Casa Branca. 

Pré-ccandidato democrata à presidência dos EUA Joe Biden. 10/3/2020. REUTERS/Brendan McDermid

Eleitores no Michigan e em outros cinco Estados votavam na batalha entre dois candidatos pelo direito de enfrentar o presidente republicano Donald Trump em novembro: de um lado Biden, o ex-vice-presidente que concorre como moderado, e Sanders, um democrata socialista e senador pelo Vermont e que se tornou o porta-estandarte para a ala de esquerda do partido. 

O maior embate entre Biden e Sanders acontecerá no Michigan, berço da indústria automobilística norte-americana e um campo de batalha político, onde Sanders surpreendeu ao derrotar Hillary Clinton em 2016 e provocou uma longa batalha pela indicação — algo que Biden espera evitar desta vez.

Com 125 delegados, o Michigan é o grande prêmio dos seis Estados que votam nesta terça-feira, quando um total de 352 dos delegados que irão à convenção democrata de julho para decidir o candidato presidencial do partido serão distribuídos.

Missouri, Mississippi, Washington, Dakota do Norte e Idaho também realizam votações.

O Michigan também deve ser um território crucial nas eleições gerais, após Trump se tornar o primeiro candidato presidencial republicano quatro anos atrás a conquistar o Estado depois de quase três décadas.

Ambos os candidatos cancelaram comícios marcados em Cleveland, Ohio, nesta terça-feira, devido a temores com a epidemia de coronavírus, que estremeceu os mercados levando os democratas a criticarem a resposta do governo Trump. 

As equipes das campanhas anunciaram que seguiam orientações das autoridades de Saúde pública de Ohio. Até agora, tanto os candidatos democratas quanto Trump continuam realizando eventos de larga escala apesar da epidemia. 

Desde as conquistas da Super Terça, Biden assumiu a dianteira nacional nas pesquisas e no número de delegados, derrotou os rivais ainda viáveis —com exceção de Sanders— e recebeu uma leva de anúncios de apoio de democratas destacados e ex-concorrentes, como os senadores Kamala Harris e Cory Booker. 

Os democratas que temem que as propostas social-democratas de Sanders para reestruturar a economia condenariam o partido a uma derrota na eleição de novembro correram para cerrar as fileiras de Biden, o ex-vice-presidente de Barack Obama.

Biden apareceu nas quatro pesquisas mais recentes feitas em Michigan com uma vantagem de dois dígitos. No entanto, Hillary tinha uma dianteira semelhante nas sondagens de Michigan sobre Sanders antes da primária de 2016, o que torna as previsões do resultado deste ano ainda menos confiáveis do que o normal.

No Michigan, Sanders insistiu em suas críticas ao apoio passado de Biden a pactos comerciais globais como o Acordo de Livre Comércio da América do Norte (Nafta) – que é impopular no Estado devido à percepção de que roubou empregos locais.

((Tradução Redação São Paulo; + 55 11 5644-7712))

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below