for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Trump diz que é favorável a Estado assumir participação em certas empresas

Evan Vucci/Pool via REUTERS

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, abriu a porta nesta quinta-feira para uma mudança radical no relacionamento entre o governo do país e o setor privado, dizendo que apoia o Estado assumir participações em certas empresas.

Questionado se ele apoiaria um movimento do governo federal para adquirir participação acionária em algumas empresas, Trump disse: “Sim. Sim. Sim.”

Falando a jornalistas na Casa Branca, Trump acrescentou: “Ajudaremos a indústria aérea. Ajudaremos a indústria de navios de cruzeiro. Provavelmente vamos ajudar a indústria hoteleira.”

Os investimentos do governo norte-americano em empresas públicas são raros, exceto no caso de resgates para salvar companhias e empregos em dificuldades.

Os pedidos de resgate relacionados à epidemia do coronavírus, na forma de doações diretas, empréstimos, garantias de empréstimos e benefícios fiscais, alcançaram 2 trilhões de dólares, mas as empresas raramente buscam os direitos de propriedade do governo por temerem perder o controle de seus negócios.

Indagado se um estímulo de trilhão de dólares é suficiente, Trump disse: “Saberemos mais tarde. Vamos ver o que acontece. Depende de quanto tempo, depende muito do que está acontecendo nesta sala, em termos médicos. Se podemos parar o vírus, basta. Se não pudermos, teremos que voltar e conversar.”

Por Jeff Mason e Alexandra Alper

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up