March 27, 2020 / 3:49 PM / 3 months ago

Trump critica GM por ventiladores e diz que esforços da empresa "parecem nunca dar certo"

Trump fala com jornalistas na Casa Branca, em Washington 26/3/2020 REUTERS/Jonathan Ernst

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, criticou a General Motors nesta sexta-feira e citou o Ato de Produção de Defesa, depois de dizer que a montadora reduziu o número de ventiladores pulmonares que poderia fornecer aos hospitais que sofrem para atender pacientes doentes com coronavírus.

“Como sempre com ´essa´ General Motors, as coisas nunca parecem dar certo”, disse Trump no Twitter. “Eles disseram que nos dariam 40.000 ventiladores muito necessários, ‘muito rapidamente’. Agora eles estão dizendo que serão apenas 6.000, no final de abril, e querem um dólar alto.”

Em outro tuíte, o presidente acrescentou: “A General Motors precisa abrir imediatamente sua fábrica estupidamente abandonada de Lordstown, em Ohio, ou alguma outra fábrica, e começar a fazer ventiladores, agora!”

Reportagem de Diane Bartz

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below