for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Presidente do México visita território de "El Chapo" e cumprimenta mãe do traficante

Presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, durante visita a San Luis Río Colorado 28/03/2020 REUTERS/Presidência do México/Divulgação via REUTERS

(Reuters) - O presidente mexicano, Andrés Manuel López Obrador, apertou a mão da mãe de Joaquín “El Chapo” Guzmán durante uma visita no fim de semana à cidade natal do famoso narcotraficante, detido nos Estados Unidos, em um gesto que provocou fortes críticas ao líder.

Em um vídeo de 30 segundos publicado no Twitter no domingo, o presidente pode ser visto se aproximando do carro de María Consuelo Loera, estacionado em uma estrada de terra nos arredores de Badiraguato, um município montanhoso no noroeste do Estado de Sinaloa.

Cercado por dezenas de espectadores, López Obrador diz a Loera que ela não precisa sair do carro, eles apertam as mãos e, após uma breve conversa, é possível ouvir um comentário dirigido à mãe do narcotraficante: “Eu recebi sua carta”. Não foram fornecidos mais detalhes.

O vídeo mostra López Obrador conversando com um dos advogados do “El Chapo”, José Luis González.

Em outubro, forças de segurança libertaram Ovidio Guzmán, filho de “El Chapo”, após sua prisão desencadear tiroteios e caos nas ruas de Culiacán.

Uma testemunha da Reuters disse que Loera estava esperando López Obrador perto da comunidade de La Tuna, local de nascimento de “El Chapo”. O presidente estava em uma visita oficial ao governador do Estado.

Muitas pessoas criticaram López Obrador nas redes sociais por cumprimentar a mãe do traficante, que tem mais de 90 anos de idade, especialmente em um momento em que o México promove medidas de distanciamento social para impedir a propagação do coronavírus.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up