for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

China nega omissão de dados sobre surto de Covid-19

Porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Zhao Lijian, durante entrevista coletiva em Pequim 08/04/2020 REUTERS/Carlos Garcia Rawlins

PEQUIM (Reuters) - O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Zhao Lijian, disse nesta sexta-feira que nunca houve um acobertamento do surto do novo coronavírus no país, reiterando que o governo não permite qualquer omissão.

Zhao disse a repórteres em uma coletiva de imprensa diária que a revisão do número de casos em Wuhan, onde a epidemia surgiu no final de 2019, foi resultado de uma verificação estatística para garantir a precisão, acrescentando que essa revisão é uma prática internacional comum.

Uma autoridade de saúde de Wuhan revisou em 50% o número de mortes acumuladas pela Covid-19, que subiram para 3.869, retificando o que chamou de relatórios incorretos, atrasos e omissões.

Algumas pessoas, incluindo o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, questionaram abertamente a precisão de dados divulgados pela China em relação à escala da epidemia no país asiático.

Por Se Young Lee

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up