April 29, 2020 / 3:01 PM / 4 months ago

Região do norte chinês que inclui Pequim relaxará restrições da Covid-19

PEQUIM (Reuters) - Uma região populosa do norte da China que inclui Pequim relaxará as restrições impostas para deter a disseminação do novo coronavírus agora que o país transita gradualmente para um novo estado de normalidade em meio à redução dos casos de Covid-19.

Praça da Paz Celestial, em Pequim 29/04/2020 China Daily via REUTERS

Os municípios de Pequim e Tianjin, além da província vizinha de Hebei, reduzirão seu nível de reação de emergência à Covid-19 de 2 para 1 a partir da meia-noite de quinta-feira, disseram seus respectivos governos nesta quarta-feira.

Pequim, Tianjin e Hebei foram algumas das poucas áreas remanescentes da China a manter o nível de reação de emergência mais alto do sistema de quatro graus. Muitas outras províncias reduziram as restrições para reativar e recuperar as economias locais, já que o número diário nacional de infecções novas está em um dígito — no início de fevereiro, viam-se milhares de casos por dia.

Com a redução, Pequim descartará as exigências de 14 dias de quarentena para pessoas chegando de partes do país de risco baixo. Pessoas em quarentena em casa ou em uma instalação centralizada também serão dispensadas da obrigação de se isolarem, disse o vice-secretário-geral da capital chinesa, Chen Bei, em uma coletiva de imprensa.

Além disso, a capital chinesa não exigirá que os moradores voltando destas áreas sejam postos em quarentena ao retornarem.

A decisão de Pequim de amenizar suas medidas de reação de emergência chegou no mesmo dia em que a China anunciou que seu Parlamento iniciará uma sessão anual crucial na capital no dia 22 de maio.

Pequim já relatou 13 casos em abril, e as últimas infecções foram confirmadas 14 dias atrás.

A suavização da reação de emergência desobrigará os pequineses de usar máscaras ao saírem.

Mas a suspensão das regras de quarentena na metrópole não se aplica a recém-chegados do exterior nem a pessoas vindas da província central de Hubei e de outros locais de risco alto.

(Por Judy Hua, Huizhong Wu, Stella Qiu, Liangping Gao, Ryan Woo e Se Young Lee)

((Tradução Redação Rio de Janeiro; 55 21 2223-7128))

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below