for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Resposta ao coronavírus melhora aprovação de presidente da Colômbia

Presidente da Colômbia, Iván Duque 17/03/2020 Presidência da Colômbia/Divulgação via REUTERS

BOGOTÁ (Reuters) - A resposta do presidente da Colômbia, Iván Duque, ao coronavírus lhe rendeu um crescimento raro nos índices de aprovação, mostrou uma pesquisa, enquanto a quarentena em vigor na Colômbia se estende.

Setenta por cento dos entrevistados aprovam a maneira como Duque está enfrentando o coronavírus, o que inclui o fechamento de fronteiras, a suspensão de voos e a promessa de bilhões em ajuda e garantias de crédito para programas sociais e empresas, de acordo com uma pesquisa da consultoria Invamer publicada na noite de quarta-feira. Cerca de 25% o desaprovam.

O índice de aprovação geral de Duque, que se mantém sofrível praticamente desde que ele tomou posse, em agosto de 2018, subiu 29 pontos em abril.

A aprovação do presidente subiu de 23% para 52% em relação à última sondagem de fevereiro.

A desaprovação de Duque, que renovou duas vezes um isolamento nacional que já chega a sete semanas e meia e vigora até 11 de maio, estava em 71% na enquete interior e recuou 32 pontos, baixando para 39%.

A pesquisa foi realizada no início deste mês por meio de 1.200 entrevistas e tem uma margem de erro de 3%.

Por Luis Jaime Acosta

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up