May 5, 2020 / 9:11 PM / 2 months ago

Trump acusa democratas de torcerem contra sua liderança na pandemia, mas não oferece evidências

Presidente dos EUA, Donald Trump, durante participação em evento em Phoenix, Arizona 05/05/2020 REUTERS/Tom Brenner

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, acusou nesta terça-feira democratas de torcerem contra seu governo na condução da resposta à pandemia do coronavírus, ventilando um debate partidário norte-americano sem oferecer evidências que apoiassem sua afirmação.

Antes de sair para uma visita a uma fábrica de máscaras em Arizona, Trump foi perguntado por um repórter na Casa Branca porque permitiria que a principal autoridade de Saúde no país, Anthony Faucy, depusesse em um comitê do Senado norte-americano, controlado pelos republicanos, mas não na Câmara dos Deputados, que tem maioria democrata.

“Por que a Câmara é uma farsa. A Câmara é cheia de odiadores de Trump”, respondeu o presidente republicano. “Francamente, eles querem que a nossa situação seja mal-sucedida, o que significa morte, morte, e nossa situação será muito bem sucedida.”

Trump, que busca sua reeleição em novembro, também disse que os democratas querem que fracassem para que eles consigam ganhar uma eleição que eles não vão ganhar”.

O Arizona, um Estado disputado e que pode ser decisivo no resultado das eleições, é um entre dezenas de Estados norte-americanos que estão suspendendo parcialmente o fechamento da vida social e econômica imposto para conter a pandemia de coronavírus.

Centenas de manifestantes se reuniram em Phoenix, no Arizona, há duas semanas pedindo que o governador republicano Doug Ducey aliviasse as restrições no estado. Muitos dos manifestantes empunhavam bandeiras norte-americanas e usavam bonés e camisetas em apoio a Trump.

Na segunda-feira, o Instituto de Medições e Avaliação de Saúde da Universidade de Washington (IHME, na sigla em inglês) previu que as mortes por Covid-19 nos Estados Unidos podem chegar a 135 mil até o início de agosto com o relaxamento das medidas de distanciamento social, o dobro da previsão anterior do modelo.

O novo coronavírus já infectou quase 1,2 milhão de pessoas nos Estados Unidos, incluindo os pelo menos 70 mil que morreram de Covid-19, a doença respiratória causada pelo vírus, de acordo com uma contagem da Reuters.

O número de mortos é o mais alto no mundo. Políticos democratas e alguns republicanos criticaram Trump por minimizar a ameaça do vírus.

Reportagem de Susan Heavey, Jeff Mason e Steve Holland em Washington

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below