for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Casa Branca deve aliviar força-tarefa do coronavírus com foco no pós-pandemia

WASHINGTON (Reuters) - A Força-tarefa da Casa Branca para o coronavírus vai diminuir as atividades enquanto os Estados Unidos se voltam para uma segunda fase focada no período posterior à pandemia, disse o presidente Donald Trump nesta terça-feira.

Presidente dos EUA, Donald Trump. 5/5/2020. REUTERS/Tom Brenner

Trump confirmou os planos após o vice-presidente Mike Pence, que lidera o grupo, dizer a jornalistas que a Casa Branca pode passar a coordenação da resposta norte-americana ao coronavírus a agências federais no final de maio.

“Mike Pence e a força-tarefa fizeram um ótimo trabalho”, disse Trump durante visita a uma fábrica de máscaras no Arizona. “Mas estamos olhando agora para uma etapa diferente e essa etapa é segurança e reabertura, e teremos um grupo diferente para isso”.

Perguntado se estava proclamando “missão cumprida” na luta contra o coronavírus, Trump disse “Não, de maneira alguma. A missão cumprida é quando acabar”.

Trump disse que Anthony Fauci e Deborah Birx, médicos que assumiram papéis importantes nas semanas de pronunciamentos nacionais televisionados, seguiriam como conselheiros após o grupo ser desmontado. Fauci lidera o Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas e Birx era coordenadora de resposta na força-tarefa.

“Não podemos manter nosso país fechado pelos próximos cinco anos”, disse Trump, quando perguntado sobre o porquê de iniciar o desmantelamento da força-tarefa.

Pelo menos 70 mil pessoas nos Estados Unidos morreram com a Covid-19, a doença respiratória causada pelo coronavírus. O número de mortos do país é o maior do mundo.

(Reportagem de Steve Holland)

((Tradução Redação São Paulo; + 55 11 5644-7712))

REUTERS AAP

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up