for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Itália supera 30.000 mortes por coronavírus, novos casos caem

Pessoas passam em frente à Fontana di Trevi, em meio à flexibilização das restrições por causa do coronavírus, em Roma 07/05/2020REUTERS/Guglielmo Mangiapane

ROMA (Reuters) - A Itália se tornou nesta sexta-feira o terceiro país do mundo a contabilizar 30.000 mortes por coronavírus, registrando 243 novas mortes em comparação à contagem de 274 do dia anterior.

O número total de mortos na Itália pelo Covid-19 desde o surgimento do surto, em 21 de fevereiro, soma agora 30.201, informou a Agência de Proteção Civil. Apenas os Estados Unidos e o Reino Unido tiveram mais mortes pelo vírus.

O número diário de novas infecções caiu ligeiramente para 1.327, de 1.401 na quinta-feira, elevando o total de casos confirmados desde o início da epidemia para 217.185, o terceiro maior número global, atrás dos Estados Unidos e da Espanha.

As pessoas registradas como portadoras da doença na Itália caíram para 87.961, de 89.624 no dia anterior.

Nesta sexta-feira, há 1.168 pessoas em terapia intensiva, contra 1.311 na quinta-feira, mantendo um declínio de longa duração. Dos infectados inicialmente, 99.023 foram declarados recuperados, contra 96.276 no dia anterior.

A agência disse que 1,609 milhão de pessoas foram testadas contra o vírus, ante 1,564 milhão no dia anterior, em uma população de cerca de 60 milhões.

Reportagem de Gavin Jones

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up