for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Entre 14 novas infecções, China relata 1º caso de coronavírus em Wuhan desde 3 de abril

PEQUIM (Reuters) - A Comissão Nacional de Saúde da China registrou 14 novos casos confirmados de coronavírus em 9 de maio, o maior total desde 28 de abril, incluindo o primeiro em mais de um mês em Wuhan, cidade onde o surto foi inicialmente detectado no final do ano passado.

Enquanto a China oficialmente designou baixo risco para todas as áreas do país na última quinta-feira, os novos casos, segundo dados publicados neste domingo, representam um salto em relação ao único caso relatado no dia anterior. O número foi impulsionado por um grupo de 11 em Shulan, cidade no nordeste da província de Jilin.

Oficiais de Jilin, no domingo, aumentaram o nível de risco de Shulan de médio para alto, tendo colocado em médio no dia anterior, depois que uma mulher testou positivo em 7 de maio. Os 11 novos casos que vieram a público neste domingo são membros de sua família ou de pessoas que entraram em contato com ela ou com seus familiares.

O novo caso em Wuhan, o primeiro registrado no epicentro do surto na China desde 3 de abril, foi anteriormente assintomático, segundo a comissão.

Além dos casos de Shulan e de Wuhan, os outros dois novos casos confirmados foram infecções importadas.

O número total de casos de coronavírus confirmados na China continental chegou a 82.901 em 9 de maio, enquanto o total de mortes pelo vírus ficou em 4.633, segundo a comissão.

Reportagem de Judy Hua, Yew Lun Tian e Ryan Woo

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up