for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Número diário de mortes se estabiliza na Itália, mas casos novos aumentam

Restaurantes vazios em alamendo em Taormina, na Itália 12/05/2020 REUTERS/Antonio Parrinello

ROMA (Reuters) - As mortes da epidemia de Covid-19 na Itália aumentaram em 172 nesta terça-feira depois de um acréscimo de 179 na segunda-feira, disse a Agência de Proteção Civil, mas o número diário de casos novos dobrou para 1.402 – no dia anterior foram 744.

Mas o aumento de casos novos se deveu em parte aos relatos tardios da Lombardia, região duramente atingida que disse ter descoberto 419 infecções de semanas anteriores que não havia registrado.

O número total de mortes desde que o surto veio à tona, em 21 de fevereiro, está em 30.911, disse a agência – o terceiro maior do mundo depois daqueles de Estados Unidos e Reino Unido.

A quantidade de casos confirmados é de 221.216, a quinta maior do planeta, vindo atrás daquela de EUA, Espanha, Reino Unido e Rússia.

As pessoas registradas como portadoras da doença diminuíram das 82.488 do dia anterior para 81.266, segundo a agência.

Havia 952 pessoas em tratamento intensivo nesta terça-feira, menos que as 999 de segunda-feira, o que mantém um declínio contínuo. Dos infectados originalmente, 109.039 foram declarados recuperados, mais do que os 106.587 do dia anterior.

A agência ainda disse que 1,742 milhão de pessoas passaram por exames de detecção do vírus, um avanço em relação ao 1,702 milhão de segunda-feira, em uma população de 60 milhões de habitantes.

Por Gavin Jones

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up