for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Grécia relaxa isolamento e reabre Acrópole e outros pontos turísticos

Partenon, na Acrópolis em Atens 18/5/2020 REUTERS/Alkis Konstantinidis

ATENAS (Reuters) - A Grécia reabriu a Acrópole, museus e outras grandes atrações turísticas durante uma segunda-feira ensolarada em Atenas graças à amenização do isolamento pelo coronavírus.

As restrições da quarentena estão sendo suspensas gradualmente – o acesso às praias foi liberado no sábado em meio a uma onda de calor e as igrejas acolheram fiéis no domingo.

“Hoje visitei a Acrópole, um monumento mundial que continua a inspirar com seus mármores brilhando sob o sol”, disse a presidente grega, Katerina Sakellaropoulou, depois de uma caminhada pelas ruínas antigas, um dos locais mais visitados por turistas em todo o mundo.

Funcionários com máscaras e escudos faciais de plásticos estavam no local para informar os poucos turistas estrangeiros a respeito das regras de distanciamento social, que exigem que estes mantenham uma distância de 1,5 metro.

A Grécia, que conteve a proliferação de infecções de Covid-19 com 2.834 casos e 163 mortes relatados até domingo, iniciou uma amenização gradual das medidas de isolamento no dia 4 de maio.

A ministra da Cultura, Lina Mendoni, disse que o governo quer abrir os sítios arqueológicos que são seguros para visitas.

“A Grécia conquistou credibilidade pela maneira como lida com a crise de coronavírus. É uma conquista valiosa que nos permitirá uma abertura dinâmica da temporada turística”, disse ela em um comunicado.

As pessoas poderão viajar livremente no território continental e nas duas maiores ilhas do país, Creta e Eubeia, e shopping centers e zoológicos também reabriram nesta segunda-feira, assim como instalações esportivas para maiores de 13 anos.

Por George Georgiopoulos e Vassilis Triandafyllou

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up