May 18, 2020 / 11:12 PM / 8 days ago

Fóssil de um dos últimos megaraptores do planeta é encontrado na Argentina

BUENOS AIRES (Reuters) - Paleontólogos do Museu argentino de Ciências Naturais disseram nesta segunda-feira que encontraram os restos de um megaraptor de 70 milhões de anos, tornando-o um dos últimos dinossauros carnívoros a habitar a Terra.

A descoberta foi feita na província de Santa Cruz em meados de março. Depois de estudarem os fósseis medindo 10 metros, os especialistas perceberam que estavam olhando para os restos de um dinossauro predador do fim da “era dos dinossauros”.

“Esse é o momento, 65 milhões de anos atrás, em que ocorre a extinção dos dinossauros, e esse novo megaraptor, que agora temos que estudar seria um dos últimos representantes desse grupo”, disse Fernando Novas, paleontólogo responsável pelo projeto, à Reuters.

Ao contrário do Tiranossauro rex, os megaraptores eram mais magros e concebidos para serem velozes, com caudas longas que permitiam manter o equilíbrio. Eles tinham pernas musculosas, mas alongadas, para dar longos passos, segundo o especialista.

“A característica definidora dos megaraptores era que eles tinham braços muito compridos e que o polegar terminava em uma garra de aproximadamente 40 centímetros (15 polegadas)”, permitindo que pegassem suas presas, disse ele.

Por Miguel Lobianco

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below