for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Arábia Saudita reabre mesquitas com medidas rígidas para os fiéis

(Reuters) - As mesquitas da Arábia Saudita abriram suas portas aos fiéis neste domingo pela primeira vez em mais de dois meses, uma vez que o reino, berço do Islã, aliviou as restrições impostas no combate ao coronavírus.

“É ótimo sentir a misericórdia de Deus e, mais uma vez, chamar as pessoas para orar nas mesquitas em vez de em suas casas”, disse Abdulmajeed Al Mohaisen, que faz a chamada para a oração na mesquita de Al Rajhi, uma das maiores da capital Riad.

Os fiéis se dirigiam às mesquitas para as orações logo ao amanhecer, em meio a rígidas medidas que exigem o uso de máscaras e tapetes pessoais, evitando apertos de mão e mantendo-se a pelo menos 2 metros de distância.

Não são permitidos idosos, crianças menores de 15 anos e pessoas com doenças crônicas. As pessoas devem realizar o ritual de ablução, o ato de lavar o rosto, os braços e as pernas antes da oração, em casa.

“Meus olhos se encheram de lágrimas quando entrei na mesquita e ouvi o chamado à oração. Graças a Deus por essa bênção, estamos de volta às casas de culto”, disse Maamoun Bashir, sírio residente em Riad.

Por Nael Sheyoukhi e Mohammed bin Mansour da Reuters TV

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up