for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Número de mortos britânicos por Covid-19 se aproxima de 50 mil, mostra contagem da Reuters

Crianças retornam à escola em Fullham, no oeste de Londres 02/06/2020 REUTERS/Kevin Coombs

LONDRES (Reuters) - O número de mortes causadas pela Covid-19 no Reino Unido se aproximou de 50 mil nesta terça-feira, confirmando seu lugar entre os países mais atingidos do mundo, enquanto o primeiro-ministro, Boris Johnson, tenta conter o surto agressivo do novo coronavírus.

A soma está em 49.646, incluindo dados de certidões de óbito da Inglaterra e do País de Gales até 22 de maio divulgados nesta terça-feira, cifras previamente publicadas pela Escócia e a Irlanda do Norte e mortes recentes em hospitais ingleses.

O número grande de mortes desencadeou críticas contra Johnson, que partidos de oposição dizem ter demorado demais para impor um isolamento, para proteger idosos em casas de repouso e para criar um sistema de exames e rastreamento.

O governo de Johnson diz que, embora possa ter cometido alguns erros, está lidando com a maior crise de saúde pública desde a gripe espanhola de 1918 e que não permitiu que o sistema de saúde ficasse sobrecarregado.

Mas a quantidade de óbitos assustadora ultrapassa até algumas projeções dos próprios conselheiros científicos do governo.

Em março, o principal deles disse que manter as mortes abaixo de 20 mil seria um “bom resultado”. Em abril, a Reuters noticiou que o governo previa 50 mil fatalidades na pior das hipóteses.

Ao contrário do número de mortes publicado pelo governo, as cifras de certidões de óbito desta terça-feira incluem casos suspeitos e confirmados de Covid-19, a doença respiratória causada pelo novo coronavírus.

Epidemiologistas dizem que a mortalidade em excesso – os falecimentos por todas as causas que excedem a média de cinco anos para uma dada época do ano – é a melhor maneira de mensurar as mortes de um surto de doença porque permite uma comparação internacional.

De acordo com os dados mais recentes disponíveis, cerca de 62 mil pessoas a mais do que o normal morreram no Reino Unido durante a pandemia de coronavírus deste ano, disse um especialista do Escritório de Estatísticas Nacionais nesta terça-feira.

Tradução Redação São Paulo, 5511 56447759 REUTERS ES

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up