for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Itália registra 71 novas mortes por coronavírus e tem total de 33.601 óbitos

Manifestantes protestam com fumaça durante ato de motoristas de ônibus de turismo que ficaram sem receber por meses devido à quarentena do coronavírus na Itália 03/06/2020 REUTERS/Massimo Pinca

ROMA (Reuters) - As mortes causadas pela epidemia de Covid-19 na Itália subiram em 71 nesta quarta-feira, contra alta de 55 no dia anterior, informou a Agência de Proteção Civil do país, enquanto a contagem diária de novos casos ficou praticamente estável em 321, contra 318 na terça-feira.

O número total de mortos desde o surgimento do surto, em 21 de fevereiro, agora é de 33.601, segundo a agência, a terceira maior quantidade de óbitos do mundo, depois dos Estados Unidos e do Reino Unido.

O número de casos confirmados na Itália é de 233.836, a sexta maior leitura mundial atrás dos Estados Unidos, Brasil, Rússia, Espanha e Reino Unido.

Das 321 novas infecções desta quarta-feira, 237 ocorreram na região da Lombardia, no norte do país, que foi de longe a área mais atingida pela epidemia na Itália em termos de casos e mortes.

A região com o segundo maior número de novos casos no país é a vizinha Piemonte, com apenas 19 infecções. Oito das 20 regiões da Itália não registraram novos casos nesta quarta-feira.

Nesta quarta-feira, o governo encerrou as restrições de viagens entre as regiões, apesar das queixas de alguns governadores regionais que temem que permitir que as pessoas viajem para fora da Lombardia possa desencadear novas áreas de contágio em outras partes do país.

As pessoas registradas como portadoras da doença na Itália caíram de 39.893 no dia anterior para 39.297 nesta quarta-feira.

Havia 353 pessoas em terapia intensiva nesta quarta-feira, contra 408 na terça-feira, mantendo um declínio de longo prazo. Dos infectados originalmente, 160.938 foram declarados recuperados, contra 160.092 no dia anterior.

A agência disse que 2,497 milhões de pessoas foram testadas para o vírus nesta quarta-feira, contra 2,477 milhões na terça-feira, em uma população de cerca de 60 milhões.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up