for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Chefe da OMS faz apelo para que países continuem esforços no combate ao coronavírus

Desempregados fazem fila para pedir auxílio em agência de Santiago, no Chile, em meio à pandemia de coronavírus 29/05/2020 REUTERS/Ivan Alvarado

GENEBRA (Reuters) - A Organização Mundial da Saúde (OMS) fez um apelo nesta segunda-feira para que os países continuem com os esforços de contenção do novo coronavírus, ressaltando que a pandemia está piorando globalmente e ainda não atingiu seu pico na América Central.

“Mais de seis meses desde o início da pandemia e este não é o momento de nenhum país pisar no freio”, disse o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, em um briefing on-line.

O Dr. Mike Ryan, principal especialista em emergências da OMS, disse que os casos de infecção nos países da América Central ainda estão aumentando.

“Acho que este é um momento de grande preocupação”, disse Ryan, pedindo forte liderança governamental e apoio internacional à região.

Maria van Kerkhove, epidemiologista da OMS, disse durante o briefing que uma “abordagem abrangente” é essencial na América do Sul.

Ryan disse que a necessidade agora é se concentrar na prevenção de segundos picos de Covid-19, a doença respiratória causada pelo coronavírus, que já infectou mais de 7 milhões de pessoas e matou mais de 400 mil.

“Isso está longe de terminar”, disse van Kerkhove.

Por Stephanie Nebehay

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up