for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Conselho Municipal de Mineápolis decide substituir polícia com modelo discutido pela comunidade

REUTERS/Callaghan O'Hare

(Reuters) - O Conselho Municipal da Cidade de Mineápolis aprovou na sexta-feira por unanimidade uma resolução para buscar um sistema de Segurança Pública que substitua o Departamento de Polícia, após a morte de George Floyd nas mãos de policiais da cidade.

A medida acontece dias após a maioria do conselho, que é à prova de veto, votar pela dissolução do departamento de polícia após o país explodir em protestos pela morte de Floyd, um homem negro que morreu quando um policial se ajoelhou sobre seu pescoço por nove minutos enquanto o imobilizava.

“O assassinato de George Floyd no dia 25 de maio de 2020 por policiais de Mineápolis é uma tragédia que mostra que reforma nenhuma irá prevenir a violência e o abuso por alguns membros do Departamento de Polícia contra membros de nossa comunidade, especialmente pessoas negras e outras minorias”, disse a resolução assinada pelos cinco membros do órgão.

O movimento para “cortar as verbas destinadas à polícia”, como alguns ativistas expressaram, antecede os atuais protestos, mas ganhou novo apoio desde que o vídeo do policial de Mineápolis Derek Chauvin pressionando seu joelho sobre o pescoço de Floyd chocou pessoas por todo o mundo.

Mais de uma dúzia de policiais de Mineápolis publicaram uma carta aberta na quinta-feira para condenar as ações de Chauvin e declarar apoio a reformas policiais, informou o jornal Star Tribune.

De acordo com a resolução aprovada, o conselho da cidade irá começar um processo de um ano para engajar “todo membro disposto da comunidade em Mineápolis” para desenvolver um novo modelo de Segurança Pública.

Reportagem de Gabriella Borter

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up