for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Biden diz que Trump está se rendendo ao coronavírus e coloca vidas em risco

Candidato presidencial democrata, Joe Biden, discursa em evento de campanha em Darby 17/06/2020 REUTERS/Jonathan Ernst

DARBY (Reuters) - O candidato presidencial democrata Joe Biden acusou na quarta-feira o presidente dos EUA, Donald Trump, de “se render” à pandemia de coronavírus e não se preparar para um ressurgimento da doença que poderia colocar em risco a recuperação econômica dos EUA.

“O povo americano se sacrificou tanto para combater esse vírus ... podemos perder um pouco do progresso que começamos a fazer. Tudo porque ele perdeu o interesse”, disse Biden. “Agora ele está apenas se rendendo na luta.”

Trump está ansioso para reabrir a economia e retomar as campanhas políticas, mesmo quando os casos de coronavírus começam a subir novamente, com aumentos recordes relatados nesta semana em Oklahoma, Texas e Oregon.

O presidente planeja o primeiro comício desde que o coronavírus forçou o confinamento das pessoas há três meses para sábado, no Estado fortemente republicano de Oklahoma, em meio a objeções de autoridades de saúde pública.

“Ele está tão ansioso para voltar aos comícios da campanha que está colocando as pessoas em risco”, afirmou Biden em discurso perto da Filadélfia, sua terceira visita ao Estado da Pensilvânia neste mês.

Um porta-voz da campanha de Trump, Ken Farnaso, considerou o discurso uma “repetição” de “ataques fracassados” à abordagem bipartidária de Trump no combate ao coronavírus.

Reportagem de Jarrett Renshaw na Pensilvânia e Trevor Hunnicutt em Nova York

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up