for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Cidade de Nova York permitirá banho de mar em praias antes do Dia da Independência

Praia de Long Beach, em Nova York 28/04/2020 REUTERS/Shannon Stapleton

(Reuters) - As praias da cidade de Nova York serão abertas para banhos de mar antes do feriado do Dia da Independência dos Estados Unidos, em 4 de julho, depois de serem liberadas parcialmente para comemorações de outro feriado no mês passado, informou o prefeito Bill de Blasio, na noite de terça-feira.

De Blasio confirmou reportagens segundo as quais as praias serão abertas oficialmente na semana que vem.

“Os boatos são verdade: as praias da cidade de Nova York serão abertas para banhos de mar no dia 1º de julho”, disse De Blasio em postagem no Twitter.

O prefeito reiterou que as pessoas devem seguir as regras de distanciamento social e usar máscara na praia para evitar a disseminação do novo coronavírus, que já matou mais de 121 mil pessoas e infectou 2,36 milhões nos Estados Unidos.

As praias de alguns Estados norte-americanas foram reabertas parcialmente para o feriado do Dia da Lembrança, entre 23 e 25 de maio, com diversas restrições, incluindo a proibição de banhos de mar nas praias da cidade de Nova York.

Até terça-feira, a metrópole havia registrado um total de 217.742 casos de coronavírus e 22.343 mortes.

A decisão de abrir as praias antes do final de semana do Dia da Independência chega no momento em que os EUA lidam com questões de saúde pública e de tensão social.

O país tem registrado protestos generalizados contra a injustiça racial desde a morte de George Floyd, um homem negro de 46 anos, pela ação de um policial branco no dia 25 de maio na cidade de Mineápolis.

Por Maria Ponnezhath, em Bengaluru

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up