for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Texas e Flórida revertem reabertura por coronavírus e impõem restrições a bares

Um funcionário de um bar até então reaberto no Estado do Texas higieniza a mão de clientes. 22/05/2020. REUTERS/Nuri Vallbona.

LUBBOCK, Texas (Reuters) - Com o surgimento de novos casos de coronavírus no Texas e na Flórida, autoridades determinaram na sexta-feira que os bares fechem novamente e impuseram restrições mais rígidas aos restaurantes, revertendo esforços para reabrir suas economias.

O governador do Texas, Greg Abbott, deu até o meio-dia de sexta-feira para que os bares fechassem e determinou que os restaurantes reduzissem a capacidade, enquanto o Departamento de Regulamentação Profissional e de Negócios da Flórida disse aos bares que parem imediatamente de servir álcool em suas instalações.

Os anúncios marcaram um grande passo atrás por ambos os Estados --dois dos primeiros impulsionadores nas tentativas de reabrir a economia-- e um reconhecimento de que os números de infecções se tornaram muito preocupantes.

A Flórida anunciou na sexta-feira surpreendentes 8.942 novos casos de Covid-19. Esse número foi um salto em relação ao recorde anterior do Estado de 5.511 novos casos diários, alcançado em 24 de junho. O total de casos nos EUA aumentou 40.751 na quinta-feira, um aumento diário recorde.

As tentativas de Texas, Flórida, Carolina do Sul e outros Estados de uma reabertura econômica mais completa culminaram em um ressurgimento de casos que estão mudando a natureza da pandemia e provavelmente testarão a força de qualquer recuperação econômica mais ampla nos Estados Unidos.

Reportagem de Brad Brooks, Jonathan Allen, Nathan Layne e Peter Szekely

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up