for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Multidões se reúnem em rio do Arizona enquanto EUA têm recorde de casos de Covid pelo 3º dia

(Reuters) - O clima quente e ensolarado no Arizona levou multidões a pelo menos um rio neste fim de semana, enquanto este Estado e outros enfrentam o pior aumento nos casos de coronavírus desde o início da pandemia.

As temperaturas devem subir para mais de 38 graus Celsius neste domingo ao longo do rio Salt, a leste de Phoenix. No sábado, dezenas de pessoas colocaram suas bóias infláveis na água para escapar do calor. Pouquíssimos usavam máscaras.

O Texas fechou as tendas que comercializam bóias e rafting na última sexta-feira e algumas praias da Flórida estão fechando novamente antes do feriado de 4 de Julho no próximo fim de semana para tentar conter o surto.

O aumento nos casos de Covid-19 foi mais pronunciado em alguns Estados do sul e do oeste que reabriram mais cedo e de forma mais agressiva, apesar das advertências das autoridades de saúde de que era preciso esperar por um declínio nos casos.

Pelo terceiro dia consecutivo no sábado, o número de casos confirmados nos EUA aumentou em mais de 40.000, um dos maiores saltos globais. No Arizona, os casos aumentaram 267% até agora em junho, registrando uma subida recorde de 3.857 novo casos neste domingo, o oitavo aumento recorde neste mês.

Mesmo nos Estados em que os casos estão em declínio há semanas, surtos ainda estão acontecendo. Um bar em East Lansing, Michigan, é suspeito de ter ligação com mais de 76 casos, segundo o Departamento de Saúde do Condado de Ingham. É provável que esse número aumente, alertaram as autoridades.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up