for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Irã emite mandado de prisão para Trump por morte de general Soleimani, diz agência

Iranianos carregam foto de general Qassem Soleimani em Teerã 04/01/2020 Nazanin Tabatabaee/WANA (West Asia News Agency) via REUTERS

(Reuters) - O Irã emitiu um mandado de prisão para o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e outras 35 pessoas pela morte do general Qassem Soleimani e pediu ajuda à Interpol, disse o promotor Ali Alqasimehr nesta segunda-feira, segundo a agência de notícias Fars.

Os EUA mataram Soleimani, líder da Força Quds da Guarda Revolucionária, com um ataque de drones no Iraque em 3 de janeiro. Washington acusou o general de orquestrar ataques de milícias alinhadas ao Irã contra forças norte-americanas na região.

Alqasimehr disse que os mandados foram emitidos sob a acusação de assassinato e ação terrorista, acrescentando que o Irã pediu à Interpol para emitir um “alerta vermelho” para Trump e os outros indivíduos acusados pela República Islâmica de participar do assassinato de Soleimani.

Alqasimehr afirmou que o grupo incluía outras autoridades civis e militares dos EUA, mas não forneceu mais detalhes.

Ele disse que o Irã continuará a investigar o assunto após o término do mandato presidencial de Trump.

O assassinato de Soleimani levou os Estados Unidos e o Irã à beira de um conflito armado depois que o país do Oriente Médio retaliou ao disparar mísseis contra alvos norte-americanos no Iraque alguns dias depois.

Por Babak Dehghanpisheh

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up