for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Passageiros dos EUA não estarão isentos de isolamento na Inglaterra

Secretário de Transportes do Reino Unido, Grant Shapps, em Londres 12/06/2020 Andrew Parsons/10 Downing Street/Divulgação via REUTERS

LONDRES (Reuters) - Passageiros que saem dos Estados Unidos em direção à Inglaterra não serão exceção às regras de quarentena, disse o ministro dos Transportes do Reino Unido, Grant Shapps, nesta sexta-feira.

Questionado se os EUA estariam em uma “lista vermelha” de países aos quais se aplicará um período de quarentena de 14 dias, Shapps disse: “Receio que estejam”.

“Os EUA, desde muito cedo, proibiram voos do Reino Unido e da Europa para que não haja um acordo recíproco”, disse ele à BBC.

A Inglaterra está flexibilizando suas regras de quarentena para cerca de 50 outros países.

Por Guy Faulconbridge e Costas Pitas

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up