for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Premiê do Japão dará entrevista na 6ª em meio a temores sobre sua saúde

Primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, durante entrevista coletiva em Tóquio 25/05/2020 REUTERS/Kim Kyung-Hoon/Pool

TÓQUIO (Reuters) - O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, planeja realizar uma coletiva de imprensa na sexta-feira, disse seu escritório, em meio a preocupações crescentes com sua saúde após dois exames no período de uma semana.

Autoridades do partido governista disseram que a saúde de Abe está ótima, mas as visitas hospitalares, uma das quais durou quase oito horas, alimentaram especulações sobre sua permanência no cargo até o final de seu mandato, em setembro de 2021.

Na segunda-feira, ele superou o recorde de tempo de um premiê na função, estabelecido por seu tio-avô, Eisaku Sato, meio século atrás.

Fontes disseram à Reuters, sob condição de anonimato, que Abe consultará médicos antes do evento de sexta-feira, seja por telefone ou com mais uma visita hospitalar.

Espera-se que ele explique seu quadro de saúde e debata a reação do governo à pandemia de coronavírus, disse a mídia japonesa.

O cronograma de sexta-feira de Abe, fornecido por seu gabinete, mostra que ele deve comparecer a uma reunião da sede da reação do governo ao coronavírus antes da coletiva.

Abe, que luta com uma colite ulcerosa desde a adolescência, não detalhou o motivo de suas visitas hospitalares, mas disse que quer cuidar da saúde e dar o máximo de si no cargo.

Por Ju-min Park e Daniel Leussink

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up