for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Turquia diz que comunicado da UE sobre Mediterrâneo é enviesado, está aberta a negociar com Grécia

Navio de pesquisa turco é escoltado por navios da Marinha turca no Mediterrâneo 10/08/2020 Ministério da Defesa da Turquia/Divulgação via REUTERS

ANCARA (Reuters) - A Turquia rebateu um comunicado divulgado pelos Estados da União Europeia do Mediterrâneo nesta sexta-feira, afirmando que os comentários foram enviesados e “afastados da realidade”, mas acrescentou que ainda está aberta a negociações incondicionais com a Grécia.

Grécia e Turquia, dois países-membros da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), reivindicam plataformas continentais e direitos a potenciais recursos energéticos no leste do Mediterrâneo. Em comunicado conjunto na quinta-feira, os sete países da UE no Mediterrâneo disseram que o bloco vai elaborar uma lista de novas sanções contra a Turquia no final de setembro, a não ser que Ancara negocie para resolver a disputa com a Grécia e com o Chipre.

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Turquia Hami Aksoy disse em um comunicado que a Grécia precisa “sentar na mesa de negociações com a Turquia incondicionalmente” para obter diálogo e cooperação na região, acrescentando que Atenas precisa retirar seus navios militares do entorno do navio de pesquisa turco Oruc Reis para diminuir as tensões.

Reportagem de Tuvan Gumrukcu

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up