for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Haftar, da Líbia, se compromete a encerrar bloqueio de petróleo, diz EUA

CAIRO (Reuters) - O comandante libanês, Khalifa Haftar, comprometeu-se a encerrar um bloqueio que dura meses a instalações de óleo, disse a embaixada norte-americana no país, em um comunicado, neste sábado, mas portos e campos de petróleo permanecem fechados.

O comunicado afirmou que o Exército Nacional Libanês (LNA, sigla em inglês) expressou “o compromisso pessoal do general Haftar de permitir a reabertura completa do setor de energia até 12 de setembro”.

Isso acontece depois de os Estados Unidos liderarem tentativas de encerrar o fechamento de petróleo, em meio a uma ação dimplomática mais ampla em busca de um cessar-fogo e um acordo político entre facções rivais baseadas no leste e no oeste do país.

O Exército Nacional de Haftar impôs bloqueios em janeiro, reduzindo a produção de óleo da Líbia de mais um milhão de barris por dia para menos de 100.000, o que deixou a Líbia ainda mais afundada em uma crise econômica.

Embora as autoridades no leste da Líbia tenham permitido que alguns produtos com base em óleo que estava armazenados fossem exportados para aliviar a crise de geração de energia na região, não chegaram a suspender o bloqueio.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up