for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Países mais pobres terão 120 milhões de exames de coronavírus a U$5, diz OMS

Funcionário do serviço de saúde aplica teste de coronavírus em um homem. 25/9/2020. REUTERS/Brendan McDermid

GENEBRA/LONDDRE (Reuters) - Cerca de 120 milhões de exames de diagnóstico rápido de coronavírus serão disponibilizados em países de baixa e média renda a um preço máximo de cinco dólares por unidade, disse a Organização Mundial da Saúde (OMS) nesta segunda-feira.

O diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, disse que os fabricantes Abbott e SD Biosensor acertaram com a Fundação Bill & Melinda Gates “disponibilizar 120 milhões destes novos exames de diagnóstico de Covid-19 altamente portáveis, fáceis de usar e rápidos ao longo de um período de seis meses”.

Ele disse que atualmente os exames estão com um preço máximo de cinco dólares cada, mas que devem se tornar mais baratos.

“Isto permitirá a ampliação dos exames, particularmente em áreas difíceis de alcançar que não têm instalações laboratoriais ou profissionais de saúde treinados suficientes para realizar exames”, disse Tedros. “Isto é um acréscimo vital para a capacidade de realização de exames e especialmente importante em áreas de alta transmissão”.

Por Kate Kelland

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up