for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Chances de Biden aumentam em mercados de apostas depois de primeiro debate nos EUA

(Reuters) - O candidato democrata à Presidência dos Estados Unidos, Joe Biden, ganhou terreno nos mercados de apostas em relação ao presidente Donald Trump após o primeiro debate das eleições norte-americanas de 2020, afirmaram dois agregadores de mercado de apostas.

Fotos de Trump e Biden durante o primeiro debate da campanha eleitoral 29/09/2020 REUTERS/Brian Snyder

Apostadores na bolsa britânica Smarkets dão a Biden uma chance de vitória de 63% nas eleições marcadas para o dia 3 de novembro, o democrata tinha 55% de chances antes do hostil encontro entre os dois candidatos. As chances de Trump continuaram em 43%.

“É claramente sobre as personalidades deles, e não sobre o conteúdo”, disse Sarbjit Bakhshi, diretor de mercados políticos da Smarkets, no Fórum de Mercados Globais da Reuters na quinta-feira. As pessoas que apostam em como vários Estados podem votar não aprenderam nada de novo, disse.

Na Betfair Exchange, também com sede no Reino Unido, as chances de Biden aumentaram para 60% após o debate, subindo de 56%, enquanto as chances de Trump pioraram para 40%, saindo de 43% antes do debate.

“Biden está se apresentando de maneira muito diferente do que Hillary Clinton, ele está enfatizando suas credenciais de classe trabalhadora, operária, e enfatizando o aspecto de classe que é Scranton contra Park Avenue”, disse o porta-voz da Betfair, Darren Hughes, na quarta-feira, em referência à adversária de Trump em 2016.

Trump interrompeu Biden e o moderador do debate por várias vezes no encontro de terça à noite, com Trump questionando a inteligência de Biden e o democrata chamando Trump de racista, mentiroso e de pior presidente da história.

A Smarkets dá aos democratas 60% de chances de vencer tanto no voto popular quanto no Colégio Eleitoral.

Na Ladbrokes Coral Group, com sede em Londres, apostadores dão 30% de chances de repetição do cenário de 2016, quando Trump perdeu o voto popular, mas conquistou os Estados necessários no colégio eleitoral que decide o vencedor.

“Há muitos apostadores depositando muitas expectativas irreais sobre Trump”, diz Matthew Shaddick, diretor de apostas políticas da Ladbrokes Coral no Fórum de Mercados Globais na terça-feira.

“Eu acredito que os “trumpistas tímidos” são a maior razão pela qual as pessoas estão preparadas para apoiar Trump com probabilidades tão baixas. Mas estou muito cético.”

Uma pesquisa Reuters/Ipsos conduzida antes do debate mostrou 51% de prováveis eleitores apoiando Biden enquanto 42% dizem que irão votar e Trump, com o restante indeciso.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up