for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Ambientalistas iniciam semana de protesto por proteção de florestas alemãs

Ativistas protestam em Berlim 05/10/2020 REUTERS/Michele Tantussi

BERLIM (Reuters) - Ativistas climáticos iniciaram nesta segunda-feira uma semana de ações visando interromper todos os projetos de aeroportos, estradas e rodovias federais da Alemanha com uma ocupação no Ministério dos Transportes em Berlim.

Dúzias de ativistas do grupo Rebelião contra a Extinção se sentaram diante do ministério de manhã cedo, segurando cartazes com o lema da semana de protesto, “Parem com a destruição de nossos recursos básicos”.

Eles pediram o fim da derrubada de parte da floresta de Dannenroeder, que começou na semana passada para abrir caminho a uma rodovia. A floresta, que os ativistas chamam de “Danni”, está em uma área de proteção natural localizada ao norte de Frankfurt.

“A Danni é simbólica de uma política climática e ambiental alemã fracassada”, disse o porta-voz do Rebelião contra a Extinção, Tino Pfaff, à Reuters. “Não é só a Danni que está sendo destruída, mas também florestas alemãs e europeias.”

A polícia estava no local e retirou alguns manifestantes que se colaram à rua com fita adesiva, informou um porta-voz policial.

O Rebelião contra a Extinção planeja dar sequência à ocupação com uma “Marcha das árvores mortas” a partir das 8h através de Berlim. Mais de mil participantes se registraram para a manifestação, disse a polícia.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up