for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Putin diz ter notado "retórica anti-Rússia" de Joe Biden

Presidente da Rússia, Vladimir Putin, participa de videoconferência nos arredores de Moscou 07/10/2020 Sputnik/Alexei Druzhinin/Kremlin via REUTERS

MOSCOU (Reuters) - O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse nesta quarta-feira que notou o que classificou como uma retórica anti-Rússia áspera do candidato democrata à Presidência dos Estados Unidos, Joe Biden, mas que se animou com os comentários dele a respeito do controle de armas.

Putin, que disse que seu país trabalhará com qualquer presidente norte-americano, fez tais comentários durante uma aparição na televisão estatal.

Biden enfrentará o presidente republicano Donald Trump na eleição de 3 de novembro.

“No que diz respeito ao candidato do Partido Democrata... também vemos uma retórica anti-Rússia bastante áspera. Infelizmente, estamos acostumados com isso”, disse Putin.

Mas ele acrescentou que Biden fez o que considerou colocações animadoras sobre o novo START, o último grande pacto de armas nucleares entre a Rússia e Estados Unidos, que expira em fevereiro.

Até agora, Moscou e Washington não conseguiram acertar um novo tratado ou uma prorrogação, mas na terça-feira o enviado de Trump para o controle de armas disse que houve um “progresso importante” nas conversas bilaterais.

“O candidato Biden disse publicamente que está disposto a uma prorrogação do novo START ou a chegar a um novo tratado para limitar armas... estratégicas, e este é um elemento muito sério de nossa cooperação no futuro”, disse Putin.

Da redação de Moscou

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up