for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Rússia registra novo recorde em número de casos diários de Covid-19

MOSCOU (Reuters) - A Rússia registrou um novo recorde no número de casos diários de coronavírus neste domingo, elevando a contagem no país, o quarto com mais infecções no mundo, para 1,3 milhão.

A força-tarefa do coronavírus no país afirmou ter registrado 13.634 novos casos nas últimas 24 horas, incluindo 4.501 em Moscou.

A capital, que tem quase 13 milhões de habitantes, foi a área mais atingida. Abriu dois hospitais temporários e ordenou que as empresas tivessem pelo menos 30% do pessoal trabalhando remotamente.

“Em alguns meses, haverá uma vacina, que permitirá que as pessoas sejam vacinadas em grande escala”, teria dito o prefeito de Moscou, Sergei Sobyanin, segundo a mídia estatal.

Em agosto, a Rússia tornou-se o primeiro país a conceder aprovação regulatória para uma vacina contra a Covid-19, antes que os testes em grande escala fossem concluídos causando preocupação de alguns especialistas na comunidade científica global.

Cerca de 400 pacientes de alto risco receberam vacinas, segundo o ministério da saúde, mas ela ainda não está em circulação geral.

“Esta história vai acabar, mas temos que passar por ela sem perdas”, acrescentou Sobyanin.

O Ministério da Saúde da Rússia recomendou na semana passada que as pessoas fiquem em casa neste fim de semana no país, que tem cerca de 145 milhões de pessoas e já registrou, ao todo, 1.298.718 casos, ficando atrás apenas de Estados Unidos, Índia e Brasil.

A força-tarefa russa do coronavírus disse neste domingo que 149 pessoas morreram nas últimas 24 horas, elevando o número de mortos no país para 22.597.

Por Gleb Stolyarov

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up