for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

China afirma que EUA prejudicam seriamente estabilidade no Estreito de Taiwan

Bandeiras da China e dos Estados Unidos antes de negociações comerciais em Pequim 14/02/2019 Mark Schiefelbein/Pool via REUTERS

PEQUIM/TAIPÉ (Reuters) - A China alegou nesta quinta-feira que os Estados Unidos estavam minando seriamente a paz e a estabilidade no Estreito de Taiwan depois que um contratorpedeiro da Marinha norte-americana navegou pela região em meio à escalada das tensões entre Pequim e Taipé.

Zhang Chunhui, porta-voz do Comando do Teatro Leste das Forças Armadas da China, disse em um comunicado que os militares chineses seguiram e monitoraram o USS Barry quando a embarcação fez o que a Marinha dos EUA chamou de “trânsito de rotina no Estreito de Taiwan” na quarta-feira.

Zhang afirmou que os EUA deveriam interromper suas palavras e ações provocativas no Estreito de Taiwan, acrescentando que os militares chineses defenderão resolutamente a integridade territorial do país e manterão a paz e a estabilidade na região.

Por Lusha Zhang e Ben Blanchard

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up