for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

UE diz a Reino Unido que se decida, com acordo do Brexit dentro de alcance

Manifestante anti-Brexit, em Bruxelas, Bélgica 15/10/2020 REUTERS/Yves Herman

BRUXEAS (Reuters) - A União Europeia disse nesta quarta-feira ao Reino Unido que se decida sobre o Brexit, deixando sobre o governo britânico o fardo de desbloquear as negociações comerciais, já que o principal negociador do bloco afirmou que um acordo segue próximo mesmo a dez semanas de um prazo final.

A frustrada União Europeia e o irritado Reino Unido se alfinetaram mutuamente esta semana buscando compromisso para evitar um final perturbador para o drama do Brexit de cinco anos, um cenário que aumentaria as consequências econômicas da crise do coronavírus.

“O tempo é muito curto e estamos prontos para negociar 24 horas por dia, 7 dias por semana, em todos os assuntos, em textos legais. O Reino Unido tem uma decisão a tomar e é sua escolha livre e soberana”, disse o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, ao Parlamento.

Ele disse que a resposta britânica determinará seu nível de acesso ao mercado interno da UE -- de 450 milhões de consumidores--, acrescentando que “isso é questão apenas de bom senso.”

O negociador do Brexit da UE, Michel Barnier, disse ao Parlamento que um acordo ainda está “dentro de alcance”.

“O tempo é essencial ... Junto com nossos colegas britânicos, devemos encontrar soluções para as áreas mais difíceis”, disse Barnier em comentários que elevaram a libra esterlina.

O governo britânico se recusou esta semana a continuar com as negociações integrais, dizendo que a UE deve “mudar fundamentalmente” sua posição.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up