for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Alemanha está em fase decisiva da pandemia, diz ministro da Saúde

Ministro da Saúde da Alemanha, Jens Spahn, em Berlim 03/11/2020 Michael Sohn/Pool via REUTERS

BERLIM (Reuters) - A Alemanha está em uma fase decisiva da pandemia de coronavírus, disse o ministro da Saúde, Jens Spahn, nesta terça-feira, pedindo um esforço nacional para frear a disseminação do vírus um dia depois de medidas de lockdown de um mês de duração entrarem em vigor.

“Esta pandemia é realmente uma tarefa imensa para o governo e para todo indivíduo da sociedade”, disse Spahn, ele mesmo recém-recuperado de uma infecção de coronavírus, em uma coletiva de imprensa.

“Durante oito meses, trabalhamos juntos para conter o vírus. De acordo com tudo que sabemos, ainda não chegamos ao ápice desta tarefa. Estamos em uma fase decisiva. A situação é grave. É um esforço nacional.”

A Alemanha impôs o lockdown, que inclui o fechamento de restaurantes, academias de ginástica e teatros, para evitar que o sistema de saúde fique sobrecarregado.

Lars Schaade, vice-diretor do Instituto Robert Koch de Doenças Infecciosas (RKI), disse que o país estaria testemunhando mais de 400 mil casos novos diários até o Natal se não tivesse adotado as novas medidas.

Dados do RKI publicados nesta terça-feira mostraram que o número de casos confirmados de coronavírus na Alemanha aumentou 15.352 e chegou a 560.379 em um dia no qual o número relatado de mortes subiu 131 e chegou a 10.661.

Schaade disse que, embora tenha havido um ligeiro achatamento da curva nos últimos dias, é cedo demais para falar em uma mudança de tendência, já que a reprodução ou número R ainda estava em 1,17 na segunda-feira.

Por Caroline Copley e Madeline Chambers

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up