for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Obrador diz que parabenizará vencedor nos EUA após decisões sobre questões legais

O presidente do México fala a jornalistas

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - O presidente mexicano, Andrés Manuel López Obrador, disse que não parabenizará um vencedor da eleição presidencial dos EUA até que todas as questões jurídicas sejam concluídas, apesar de muitos de seus colegas já terem enviado seus cumprimentos a Joe Biden.

No sábado, o candidato democrata foi declarado vencedor das eleições pelas principais redes de televisão dos Estados Unidos, apesar das repetidas denúncias de fraude de seu rival, o presidente Donald Trump.

“Em relação às eleições nos Estados Unidos, vamos esperar que todas as questões jurídicas sejam resolvidas”, disse López Obrador em entrevista coletiva. “É uma questão de prudência política”, acrescentou.

Antes de chegar ao poder em 2018, o próprio presidente mexicano denunciou duas vezes ter sido vítima de fraude nas urnas depois de perder as disputas presidenciais de 2006 e 2012.

López Obrador afirmou que tem um bom relacionamento com Trump e Biden, pessoas que ele disse conhecer há uma década.

Trump tem reclamado dos resultados, mas autoridades em todo o país dizem que não há evidências de fraude e especialistas jurídicos dizem que os esforços do republicano provavelmente não terão sucesso.

Reportagem de Noé Torres

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up